Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Saúde

A saúde bucal na gravidez

  • A gestação é sempre um momento muito especial na vida de qualquer mulher. A cada gravidez o corpo se modifica, as emoções se afloram, os hormônios causam grandes transformações, o organismo fica mais vulnerável e muitas dúvidas surgem.

    Dra. Patrícia Andrade ORTODONTISTA - CRO 24887
    Dra. Patrícia Andrade

    ORTODONTISTA - CRO 24887

     
    Tel.: 35 3521-3558
    Rua Santo Anibal Maria di Francia, 137 - Centro - Passos-MG
    facebook.com/patriciaandradeortodontista       instagram.com/drapatriciaandrade

    Você já deve ter ouvido falar de uma crença antiga que dizia que a cada filho que nascia a mulher perdia um dente. Isso não é verdade, mas algumas coisas mudam na boca da gestante e é isso que vamos esclarecer:

    - Inflamação gengival: O aumento dos hormônios facilita a inflamação na gengiva quando a mãe já tem placa bacteriana. Gengiva sadia não sangra. Qualquer sinal de sangramento deve-se procurar um dentista. Isso é sério! Pesquisas mostram que mães com saúde bucal comprometida têm maiores chances de partos prematuros e de baixo peso. 
     
    - Cáries: A gravidez não é responsável pelo aparecimento de cáries. Não há perda de minerais dos dentes da mãe para formar o bebê. Isso é mito! O cálcio provém exclusivamente da alimentação da gestante. 
     
    - Tratamento ortodôntico: A gestante pode realizar tratamento ortodôntico normalmente. Ele não traz prejuízo nenhum ao bebê. Já foi comprovado que velocidade da movimentação dentária entre pacientes gestantes e não gestantes é semelhante. Não é necessária a remoção do aparelho fixo para o parto ou durante a gestação.  Mas se usa aparelho removível, é melhor ir sem ele para o hospital, pois poderá perdê-lo. Logo que a mãe estiver bem pode retornar às consultas normalmente. Não vale sumir... Isso pode causar movimentos indesejáveis aos dentes.
     
    - Creme dental para enjoos: A indústria especializada ainda não inventou um creme dental que não provoque enjoo. O melhor a se fazer é optar por sabores mais suaves. Os vômitos no início da gravidez acidificam a boca, e por isso há uma maior ingestão de alimentos cariogênicos, nada que escovação eficiente e bochechos não resolvam. 
     
    - Radiografias: devem ser evitadas no primeiro trimestre de gestação. Se forem necessárias, o uso do avental e colar de chumbo são indispensáveis. Nos meses seguintes as radiografias são liberadas, respeitando os cuidados citados.
     
    - Anestesia: hoje existem anestésicos próprios e totalmente seguros que podem ser usados sem riscos para a gestante. Claro que precisa informar o dentista sobre a gestação.
     
    Nada impede que a gestante realize ou conclua tratamentos odontológicos e em especial o tratamento ortodôntico. Já tratamos de inúmeras grávidas, o que conta é a disponibilidade pessoal para o tratamento.Essa é a chave para um lindo sorriso com muita tranquilidade.
     
     
    Depoimento da paciente
    Raquel Pessoa Melo Alves, de Itaú de Minas.
     
     
    Raquel e Alice
    Raquel e Alice

    “O aparelho foi colocado em Fevereiro de 2013. Quando eu engravidei, estava bem segura e tranquila em relação à continuidade do tratamento ortodôntico. A Dra. Patrícia sempre me deixou tranquila. Esclareceu todas as minhas dúvidas, antes e durante todo o tratamento: quanto à anestesia, caso fosse necessária a Cesárea, raios-X, alimentação, medicamentos para aliviar as dores. Não tive nenhum problema dentário e tive todos os cuidados necessários para que isso não acontecesse. O tratamento ortodôntico não traz nenhum prejuízo ao bebê. Pode ser realizado durante a gestação sem problema algum, desde que sejam seguidos alguns cuidados como esses que eu tive: 

     
    • Uma boa comunicação entre a paciente e o ortodontista, discutindo em profundidade todo o tratamento com o profissional. 
     
    Motivação e entusiasmo. É muito importante que a grávida esteja mentalmente disposta a fazer as visitas regulares para os ajustes do aparelho ortodôntico. 
     
    • Durante a gestação, dentes e gengivas merecem atenção especial. Redobre os cuidados com a higiene bucal para evitar doenças da gengiva e outras.” 
     

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.