Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Saúde

Dores na coluna

  •  

    .

     

    Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 85% das pessoas têm, tiveram ou terão um dia dores nas costas provocadas por problemas de coluna. O que poucas pessoas sabem é que essa dor pode estar relacionada ao peso da mochila que usou na época da escola ou ao descuido da postura correta em crianças e adolescentes. O médico ortopedista Dr. André Schmidt Soares explica como as crianças e os jovens podem evitar alguns vícios de postura para não terem problemas mais graves de coluna ao longo da vida.

    O médico ortopedista  Dr. André Schmidt Soares:  “Usar mochila em um ombro só está errado e pode causar danos futuros.”
    O médico ortopedista Dr. André Schmidt Soares: “Usar mochila em um ombro só está errado e pode causar danos futuros.”

     

    De acordo com Dr. André, o ideal é o peso da mochila não ultrapassar 10% do peso da criança, ou seja, uma pessoa de 30 quilos não pode carregar mais do que 3 quilos de material, já que o uso de mochilas pesadas na escola pode causar dor, desvios de postura e até aumento de lordose e escoliose.
    “Para amenizar os danos, mochila de crianças, além do controle de peso, tem que ter três pontos de apoio: duas alças e uma tira que amarra na cintura, para ajudar a distribuir o peso. Usar mochila em um ombro só está errado e pode causar danos futuros. Uma boa opção para evitar danos são as mochilas de rodinha”, recomenda o médico.
    Se as crianças se queixarem de dor na coluna, ou os pais notarem alguma curvatura anormal, mesmo sem dor, o ideal é procurar um médico especialista para diagnóstico precoce e tratamento precoce, para amenizar problemas futuros.

    A coluna apresenta curvaturas fisiológicas, que são: Lordose cervical, cifose torácica, lordose lombar e cifose pélvica. Maus hábitos de postura podem ser responsáveis por desvios anormais na coluna ou mesmo por tornar mais acentuadas as curvas (normais) já existentes, como é o caso da hipercifose torácica e hiperlordose lombar. Outra deformidade na coluna, que pode ter diversas origens, é a escoliose, que consiste no desvio lateral da coluna”, observa Dr. André.

    O ortopedista garante que exercícios físicos e o hábito de manter sempre a postura correta podem evitar ou reduzir esses desvios, sendo que, quanto mais nova a pessoa se tratar, maior a porcentagem de correção. “Às vezes tais desvios são leves e, muitas vezes, pouco perceptíveis e podem ser corrigidos com medidas mais simples, como seções de fisioterapia, musculação e alongamento. Entretanto, em alguns casos, é necessário um tratamento intensivo e uso de coletes – ou mesmo cirurgias.”
     

    .

     

    A necessidade de uma postura correta para uma vida saudável

    Segundo Dr. André Schmidt, a definição de postura é o estado de equilíbrio entre músculos e ossos com capacidade para proteger as demais estruturas do corpo humano de traumatismos. Ele explica que o modelo biomecânico da coluna do homem não foi construído para permanecer por longos períodos na posição sentada, mantendo posturas estáticas.

    A coluna vertebral é constituída de vértebras, ligamentos, músculos e discos intervertebrais. Esses discos têm funções de amortecimento de pressões e sustentação de peso. Eles têm inervação e vascularização pobre, e realiza sua nutrição por um mecanismo de difusão de nutrientes que chegam e catabólitos que são eliminados. Esse sistema só funciona pela alternância periódica na carga dos discos”, salienta.

    No caso de pessoas que precisam permanecer muitas horas sentadas trabalhando, e crianças que passam muito tempo com o pescoço inclinado para baixo estudando, assim como adolescentes que estudam para o vestibular, André explica que a pressão é maior ou menor dependendo da postura adotada pelo indivíduo. “Se ele permanecer sentado por longas horas, esse sistema está prejudicado, comprometendo assim a função dos discos intervertebrais e causando danos. A utilização de intervalos e mudanças de posturas durante as longas horas de trabalho sentado é necessária para manter a boa hidratação do disco intervertebral. Adequar o tipo de mesa e cadeira para estudar também é importante para evitar danos posturais. As cadeiras devem ter apoio lombar, têm que estar em altura adequada para tocar os pés no chão, e a mesa não pode ser alta de modo que seja preciso realizar elevação de ombros para apoio.”

    .

     

     

    O ortopedista afirma ainda que a postura sentada provoca retificação da coluna lombar, aumento na pressão intradiscal  e dificulta o retorno venoso dos membros inferiores, podendo ser causa das frequentes dores nas costas dos adultos.
    “Verificar e alterar a postura frequentemente ao usar laptop, smartphone ou tablet é importante. O uso abusivo desses aparelhos pode causar dor no pescoço e nas costas. Graças à tecnologia, sentir dores nas costas nunca foi tão fácil.”

    Dr. André explica que tensão muscular e reclamações de dores nas costas, no pescoço e na nuca podem indicar problemas importantes. “Para evitar que essas dores se agravem no futuro e comprometam o desenvolvimento saudável das crianças, é importante que os pais fiquem atentos à postura delas desde o primeiro engatinhar, já que é na infância que a estrutura óssea irá se desenvolver mais”, finaliza.
     

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.