Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Digital

O FUTURO AUTOMATIZADO ficção ou realidade?

  •  

    Num simples clicar é possível comandar uma casa inteira.
    Num simples clicar é possível comandar uma casa inteira.

     

    Uma Casa Inteligente

     

    Uma casa capaz de memorizar os hábitos dos seus moradores e de se programar para atender seus desejos. Que consegue se manter limpa, controlar o nível da água, reduzir o consumo de energia e ser monitorada e comandada à distância, inclusive os aparelhos dentro dela, ao toque de botões, de um Tablet, ou Smartphone. 

     

    Para boa parte das pessoas, ideias como estas soam como mera extravagância futurística. A verdade, porém, é que todas elas não são apenas factíveis como já fazem parte da vida cotidiana de uma parcela da população e que tende a aumentar nestes próximos anos. Os setores de automação residencial são um dos novos atrativos do mercado de tecnologia digital.

    O passense Cássio Brito, proprietário da HCenter, é o único na cidade e na região que oferece este serviço até então restrito a um público tímido, mas adepto às tecnologias. “Apesar de estarmos começando agora, já temos vários clientes em Passos, Escarpas do Lago e também na região. Depois de Passos, só mesmo em Belo Horizonte para encontrar esta prestação de serviços”, explica Cássio.

    Antes de abrir o negócio, Cássio fez uma especialização na Associação Brasileira de Automação Residencial, a Aureside, em SP. Também cursou uma especialização em Lighting Designer em SP, que é um designer de iluminação de ambientes. Para aprimorar cada vez mais o sistema, neste mês de agosto esteve participando da ExpoPredialtec 2012, uma exposição destinada só para a automação residencial e novas tecnologias. 

    “A tecnologia sem fio é mais flexível. Permite que a comunicação entre os vários módulos sejam feitas via rádio dispensando cabos e a execução de obras complexas, podendo ser facilmente instalada numa casa nova ou usada”, explica Cássio detalhando mais sobre a Automação Residencial. 

    “Cada local da casa pode ter programação independente definindo-se cenários em que várias tarefas são realizadas simultaneamente. Ex: o cenário da manhã: liga o rádio, abre as cortinas, liga o chuveiro na temperatura quente e começa a passar o café. Controla-se ainda a demanda de energia elétrica e a irrigação do jardim. Além disso, pode-se automatizar a abertura-fechamento de janelas, home theaters, comedouros de animais, banheira de hidromassagem, distribuição de áudio e vídeo conforme a conveniência e, para falar a verdade, o que mais a imaginação mandar. Depende muito do que a pessoa deseja”, fala Cássio. 

     

    Realidade nacional

     

    Tendo em vista o aumento da criminalidade e delinquência nos últimos anos, as implementações de sistemas voltados para a segurança serão cada vez mais comuns. Elas se disseminarão antes. Esta onda, explica Cássio, começou há algum tempo com os interfones e portões eletrônicos e, mais recentemente, com os circuitos fechados de tevê e com as cercas elétricas. Agora ela virá com os sistemas integrados de segurança. 

    “Boa parte das pessoas ainda procuram pelo conforto e pelo status, mas muitas vezes trata-se de investimento na melhoria de vida, além de contemplar aspectos relativos à segurança”, finaliza Cássio Brito, dizendo: “A palavra é conectividade. As pessoas querem se comunicar. Querem sistemas que falem entre si, que falem com o mundo. Querem uma casa que fale e que entenda o que elas dizem e pensam. O futuro caminha no sentido de se poder, cada vez mais, monitorar e comandar qualquer coisa à distância, inclusive a própria casa. Comandos por celular e via internet são os mais cotados, mas ondas de rádio também estão no páreo”, conclui Cássio. Conheça melhor os projetos da HCenter pelo site: www.hcenter.com.br. 

    Boa parte das pessoas utilizam o sistema de automação por conforto e mais qualidade de vida
    Céssio da Hcenter
    É possível automatizar os home theaters
    Fachada HCenter

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.