Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Clube da Foquinha

Lana Piotto Böries Parreira - 5 anos

  • Lana Piotto

    Mãe: Yákara Piotto Böries 

    Pai: Juliano Ap. D. Parreira

    Avós maternos: Regina Piotto Gladston Jörge Michaultchuck Böries

    Avós paternos: Maria de Lourdes Parreira Clery Parreira

    Nascimento: 08-05-2006

    O que você gostaria de ser quando crescer?

    Veterinária

    Um gosto especial:

    "Adora ouvir estórias contatas pela avó"

    Poemazinho

     

    Terra, índios, rios caudalosos, matagal,
    Ano mil e quinhentos, dia 22 de abril
    A esquadra de Pedro Álvares Cabral
    Se aportou aqui no Brasil
     
    Nesse dia comemoramos,
    Do Brasil o descobrimento
    São quinhentos e doze anos
    Que o Mundo teve conhecimento.
     
    E este país grandioso e varonil
    Poderoso entre as Nações
    Teve outros nomes, hoje é Brasil
    Orgulho de nossos corações!
     
    Receitas da Vovó
     
    .

    Xodó da Bahia

    Ingredientes:
    • 3 copos de farinha de trigo
    • 3 ovos
    • 3 copos de açúcar
    • 2 copos de suco natural de laranja
    • 2 colheres de sopa de pó Royal
    • 1 vidro de leite de coco
    • 1 lata de leite condensado
    • 1 pacote de coco ralado
     
    Modo de fazer
    Bater no liquidifi cador as gemas com o açúcar e um pouco do caldo de laranja, continuar batendo, colocar as claras em neve, coloca em uma vasilha, acrescente a farinha de trigo e o resto do caldo de laranja, mistura e coloca para assar em forma untada. Depois de assado, fure o bolo com um garfo e umedeça-o com o leite de coco, em seguida espalhe o leite condensado e por último o coco ralado. Pode servir ao natural ou gelado.
     
    Tirinha - A turma do Melvi
     
    .

     

     
    Historiazinha
     
    Quem é REI, nunca perde a Majestade.
     
    Dizem que há muitos e muitos anos, no tempo em que os animais falavam, ia haver uma grande festa na floresta para escolher o novo rei, pois o Leão, o Rei dos animais, estava ficando velho e cansado e os bichos não queriam respeitá-lo mais.
     
    Antes, quando ele era jovem e forte, bastava dar um rugido e todos os animais tremiam de medo e faziam tudo direitinho, conforme o senhor Rei Leão mandasse.
     
    Mas, como se diz que toda história tem um ‘mas’, esta também tem. MAS um dia, o Rei Leão sabendo do quiprocó de fofocas que andavam dizendo a seu respeito, começou a fi car muito desanimado, rugia baixinho ao que os outros animais diziam zombando:
     
    - É só um velho leão querendo mostrar que ainda tem dente!
     
    O Rei Leão então, marcou uma grande festa na floresta para escolher o novo Rei. Todos os animais jovens e fortes foram chegando e se acomodando cada qual se perguntando:
     
    - Serei eu? Serei eu?
     
    Já estava muito escuro e nada do Rei Leão aparecer. De repente... A Lua apontou a sua cara gorda no céu e jogou um raio de luar tão forte que iluminou todo o corpo do Rei Leão. Todos se assustaram ao ver aquela forte fi gura. Ele deu um enorme rugido que fez a floresta inteira estremecer e os bichos tremerem. Os animais correram e se recolheram aos seus costumes ao ver o Rei Leão ainda mais forte que antes!
     
    Agora eu pergunto:
     
    -Por que será que isto aconteceu? É porque era primeiro de abril! Mas, os bichos, coitados, não tinham um calendário para saber!
     
    .

     

    Hilda Mendonça
    Escritora

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.