Última Edição
Jul / Ago 2019
Jul / Ago 2019

Assinatura Online

Recebe a última edição da
Foco Magazine no conforto
de seu endereço!

Confissões de Adolescentes

Vestibular

  • O terror se aproxima

    À medida que o tempo vai passando, a preocupação com relação ao vestibular vai aumentando. Esse período difícil exige dos jovens muitas coisas: preparação para que o objetivo seja alcançado com sucesso, escolha do curso e da instituição de ensino, sem contar o astucioso equilíbrio de saber lidar com a pressão que pais, parentes e amigos exercem sobre os candidatos. Mas e você? Como está sua cabeça neste momento?

    “A pressão já começou. Às vezes tenho a falsa impressão de não me sentir maduro psicologicamente para enfrentar o vestibular, mas estou firme, não vou desistir do meu objetivo. Vou prestar Engenharia Mecatrônica e já iniciei a maratona intensiva dos estudos. Por enquanto acho que estou conseguindo administrar a ansiedade, mas vamos ver lá na frente, né?”, diz Marco Antônio, de 17 anos (nome fictício).

    “Vou prestar vestibular para Medicina e sei que é um curso muito concorrido, por isso estou estudando muito, pra falar a verdade, desde o início deste ano. Acho que qualquer vestibulando tem que ter a cabeça no lugar e relaxar nos fins de semana principalmente, porque durante a semana o bicho pega pra quem leva a sério o vestibular. Por enquanto não abri mão do meu lazer com os amigos aos sábados e domingos, acho que isso até ajuda mais”, fala Elias, de 16 anos (nome fictício).

    “Não vejo a hora do vestibular chegar logo, conforme os dias vão passando a gente vai ficando mais nervoso, tenso. Sem dúvida, é um período difícil para qualquer jovem, mas é preciso ter equilíbrio e acreditar que vai passar. Sei que Medicina é bem concorrido, mas estou acreditando que vou passar de primeira. Eu espero!”, conta Ricardo, de 16 anos, (nome fictício).

    “Acho que a pressão que já venho sentindo vem da própria escola, dos amigos que normalmente acreditam em você e, principalmente dos meus pais que, esperançosos com meu sucesso, acabam passando uma vontade exagerada de que eu passe. Muitas vezes, ninguém analisa a dificuldade que o vestibular representa. Meu sofrimento já começou!”, desabafa Luciana, de 17 anos (nome fictício).

    “Fico imaginando como estarei daqui a um mês, porque já estou super nervosa e focada no vestibular. Quero prestar Veterinária. Na escola a pressão é grande, em casa ainda não começou, mas fico preocupada em decepcionar meus pais. Estou estudando muito, inclusive aos sábados. Por mim estudaria domingo também, mas minha mãe proíbe, diz que tenho que me divertir. Agora é aguardar o grande dia e seguir com fé!”, diz Valquíria, de 16 anos (nome fictício).

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.