Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Esporte e Saúde

Recompensas calóricas após o exercício boicotam a perda de peso

  • Marcelo Campos Machado
  • Recompensas calóricas após o exercício boicotam a perda de peso

    Há pessoas que passam muito tempo correndo, caminhando ou malhando, e não conseguem perder peso. Especialistas em fitness dizem que isto se deve ao consumo de “recompensas” calóricas maiores que a quantidade de exercícios. Segundo os especialistas, as pessoas tendem a superestimar a quantidade de atividade física e buscam “recompensas” calóricas após o treino. 

    Embora a malhação tenha benefícios indiscutíveis para a saúde, é preciso muita caminhada ou corrida para começar a queimar calorias. Existe uma guerra entre a atividade física e nutrição nas nossas cabeças, com isto, muitos praticam atividades físicas, mas não conseguem perder peso e mesmo assim após o treino, querem se recompensar.

    O exercício tem um papel importante na redução do peso, mas sem mudanças mais abrangentes no estilo de vida e na alimentação, este papel é limitado, afirma o porta voz do Conselho Americano do Exercício, Jonathan Ross. Alguns programas de perda de peso focam na nutrição, outros em exercícios, mas reunir os dois é o que faz a diferença. De acordo com o Cadastro Nacional de Controle de Peso dos EUA, que reúne informações de pessoas que conseguiram perder pelo menos 13kg e mantiveram este patamar durante 12 meses, mostram que faziam pelo menos uma hora de exercício por dia, ou seja, 420 minutos por semana de atividade moderada. Algumas pessoas praticam exercícios direcionados à saúde cardiovascular e não à perda de peso, então após estas atividades físicas, consomem alimentos calóricos, o que nada contribui para a perda de peso. Se fizer atividade física diariamente, com 150 minutos por semana, o máximo que conseguirá é a manutenção do peso; pratique mais, o seu corpo agradece.

    por Marcelo Campos Machado

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.