Especial

Voc está em: Home, Especial, Portugal - Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Dezembro de 2014

Portugal - Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Viver Portugal em 08 dias é viver uma vida de muitas histórias e partilhar mudanças. Uma certeza é de que os portugueses são nossos irmãos mais velhos, guardam nossa essência de alma, nossa genética, nossos fatos e casos, nossas descobertas, nossas culturas e nos remetem a questões profundas: de onde viemos, quem somos e para onde vamos.

Portugal

 

Imagem de Nossa Senhora ao aparecer para os 3 pastorinhos Francisco, Jacinta e Lúcia, em Fátima.
Imagem de Nossa Senhora ao aparecer para os 3 pastorinhos Francisco, Jacinta e Lúcia, em Fátima.

 

A fé coletiva vivida em Fátima nos confirma que a religiosidade guarda a fragilidade humana, a necessidade de simbolismos, a força interior que nos liga a um Deus único, amoroso e fraternalmente a todos os seres humanos.

Naquele abençoado lugar as diferenças de cada povo é coadjuvante de uma fé onde o protagonismo de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, como em um terço de orações, une cada Ave Maria e cada Pai Nosso com muita devoção e amor.

Participamos de uma missa no dia 12 de Outubro em preparação aos 97 anos da aparição de Nossa Senhora às crianças Lúcia, Jacinta e Francisco, que aconteceu em 13 de outubro de 1917.

Milhares de pessoas, em cortejo, rezavam e entoavam cânticos ao Santíssimo.

Abençoados fomos com uma chuva mansa, fina que fazia coro com as vozes dos fiéis, (lembramos do milagre do sol de Nossa Senhora de Fátima, quando ao meio dia mais de milhares de pessoas viram a chuva se tornar sol para que acreditassem no amor anunciado).

Guarda-chuvas protegiam a todos como se estivessem abraçados e cobertos pelo manto sagrado. Seres imperfeitos, indefesos, imaturos buscando a salvação de suas dores humanas. Peregrinos vindos de todas as partes do mundo, nacionalidades integradas em bandeiras chegavam ao santuário a pé, de joelhos, de caravanas, em grupos, acompanhados ou sozinhos. Todos com um mesmo objetivo: Viver a Fé e curar-se de suas angústias e medos. A confirmação das virtudes cristãs da Fé, Caridade e Esperança eram vistas e sentidas em cada espaço visitado. O ritual das velas é de tocar a alma. As pessoas carregavam inúmeras velas pardas em suas mãos, pequenas e grandes, muitas vezes do tamanho de seus corpos. Simbolizavam pedidos feitos a Nossa Senhora de Fátima pelos seus familiares, pelas suas culpas, angústias, pela saúde, para a proteção e paz de todos os povos. Em murmúrios ou em vozes altas jogavam as velas numa espécie de recipiente como fornalhas onde eram queimadas uma a uma, estralavam como se todas as dores humanas estivessem sendo entregues a Nossa Senhora para a condução a Deus e se tornavam labaredas enormes que com o vento pareciam dizer: Amém!

Este texto foi escrito por Maria de Lourdes Carvalho de Sousa Silveira a respeito de sua experiência de fé coletiva em Portugal, onde visitou o abençoado local da aparição de Nossa Senhora em Fátima.

Visitação e oração em Fátima.
Visitação e oração em Fátima.
Preces e queima de velas em Fátima.

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus